O Tempo de Deus em Nossas Vidas

Quantas vezes nos perguntamos por que determinada promessa de Deus ainda não se compriu em nossas vidas, ou quando vai terminar nosso tempo de deserto. A ansiedade demonstra falta de confiança na onisciência de Deus, muitas vezes o problema que atravessamos trata-se de uma “capacitação de Deus” para problemas mais complexos que acontecerão no nosso futuro, ou até mesmo para que exista um testemunho na nossa vida que servirá de exemplo para outros irmãos. O imediatismo é uma característica do ser humano que muitas vezes impede o seu próprio crescimento. Quantas vezes nos lamentamos que determinado momento de nossa vida poderia ter sido vivido de maneira mais proveitosa se tivéssemos mais maturidade na época. O deserto de nossas vidas verdadeiramente é uma escola, assim como Paulo declarou:

II Cor 12,10 “Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.

Temos que compreender que o cálculo de tempo de Deus é perfeito. A Bíblia diz em Romanos 5:6 “Pois, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu a seu tempo pelos ímpios.” .O cálculo de tempo de Deus é controlado pela Sua compaixão. A Bíblia diz em 2 Pedro 3:8-9 “Mas vós, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.”

Tudo tem o seu tempo debaixo do céu. A Bíblia diz em Eclesiastes 3:1-8 :

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar; tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora; tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.”

Que nosso ministério e todas as promessas de Deus em nossas vidas venham no devido tempo, e que possamos crescer nas provações e nos revelarmos verdadeiramente fortes nas fraquezas, devemos ter sempre em mente a Segunda Carta de Paulo a Timóteo:

II Tim 1,12 “Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia”.

Se sabemos verdadeiramente em quem temos crido e conhecemos nosso Deus devemos controlar a preocupação e a ansiedade.Este deve ser o exercício diário de nossa fé.

A paz de nosso Senhor Jesus

Fábio Márcio Miranda
Ministério Divina Fé em Cristo

Anúncios
Published in: on 04/02/2010 at 9:15  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://fabiomarcio7.wordpress.com/2010/04/02/o-tempo-de-deus-em-nossas-vidas/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: